A arte da fotografia como experiência humana A arte da fotografia como experiência humana

Os registros fotográficos de Marcelo Quinan me reportam a uma experiência, em que estar diante da imagem é confrontar o “destino poético do homem em cada uma das suas fotografias”. Ou seja, é um chamamento da subjetividade pra dentro da interpretação.

Marcelo é um cara que compõe sua obra respaldado por uma busca constante de conhecimento técnico e teórico. Fizemos juntos um curso de extensão em Filosofia da Fotografia: ele como artista, e eu como uma aluna curiosa sobre o tema.

Level of Ambiguity é o seu novo projeto, que vem se constituindo por meio de drops diários de sensibilidade e capacidade artística, e que semana passada foi adicionado ao Lensblr, uma comunidade de fotógrafos muito bacana do Tumblr.

Vejam tudo em: http://levelofambiguity.tumblr.com/

Adicionar novo comentário