Rockstars Exposed Rockstars Exposed

The Moment After The Show é um projeto do fotógrafo suiço Matthias Willi e do jornalista Olivier Joliat. A idéia é capturar os momentos adrenalizados do backstage de estrelas do rock, logo após suas apresentações.

O livro é um registro fascinante, de mais de 100 bandas em 144 páginas de fotografias, que buscam representar o impacto físico e emocional do artista, logo após o término dos shows.

Vejam abaixo:

Joey Castillo and Josh Homme (Queens of the Stone Age)

Iggy Pop

Gnarls Barkley – Danger Mouse and Cee-Lo Gre

Mike Patton (Fantoma/Faith No MOre)

Jesse Hughes (Eagles of Death Metal)

Chino Moreno (Deftones)

Robert Trujillo (Metallica)

Els Pynoo (Vive La Fête)

Juliette Lewis (The Licks)

O livro pode ser encomendado aqui.

P.S. So Many Ways To Love The Black Keys P.S. So Many Ways To Love The Black Keys

Dan Auerbach e Patrick Carney fazem do “Black Keys” um dos maiores nomes do rock atual. A dupla produz discos impecáveis, que esbanjam blues, em álbuns em que cada faixa arranca um novo riff mais eletrizante que o anterior. A voz de Auerbach, “predominantemente em registo de falsete, permite sobreposições de sonoridades, tanto no domínio de Jimmy Hendrix, como em baladas com batidas mais espaçadas, balanceadas, trémulo melancólico na voz e peculiares apontamentos na guitarra vintage”, que tornam sua performances energéticas e emocionantes.

Além disso, os cartazes dos shows são bárbaros, acompanhando esteticamente o aprimoramento sonoro da banda.

Ouçam e vejam abaixo: (creio que “Brothers” tenha sido um dos álbuns que eu mais ouvi entre 2010 e 2011).

Achei a dica sobre os pôsters na Noize.

Leia aqui a discografia comentada da banda.

Lonerism: O novo álbum do Tame Impala Lonerism: O novo álbum do Tame Impala

Os australianos do Tame Impala vão lançar seu próximo disco, intitulado Lonerism, no dia 9 de outubro por meio do label Modular. O belo álbum Innerspeaker de 2010, foi onipresente numa das minhas playlists viajantes da época.

Há alguns dias, os rockers vêm divulgando pequenas informações: o teaser de apresentação de Lonerism nos mostra que a banda continua fiel ao seu estilo. O componente lisérgico e psicodélico persiste no trabalho dos caras, tanto que Kevin Parker (vocal e guitarra) define o novo álbum como “It’s a combination of nice sugary pop crossed with really fucked-up explosive cosmic music”.

Dá pra fazer o download de “Apocalypse Dreams”, inédita, que estará no tracklist do novo trabalho do Tame Impala, ou ouvir aí embaixo:

Nos dias 14 e 15 de agosto, o Tame Impala se apresenta no Cine Joia, em São Paulo.

TESS TESS

TESS é a nova banda do músico Daniel Tessler (ex-Efervescentes), que conta também com Saymond Roos (Reverso Revolver), Rodrigo Fischmann (Dingo Bells) e João Augusto (Stratopumas).

O disco da Banda, que está pra sair, leva o nome do grupo e foi gravado entre Porto Alegre e Gramado, com produção e mixagem de Vini Tonello, e masterizado no lendário Abbey Road Studios, em Londres. Tudo com direção artística e A&R de Raul Albornoz. Segundo Daniel, “É um disco de rock, mas é um disco que é uma declaração de amor”. A mais forte influência da TESS vem dos Beatles e de referências de bandas como The Killers, Supergrass, Arctic Monkeys, Miles Kane.

Encontrei no Debora Tessler Conteúdo essa tradução de identidade do Daniel que diz que ele “gosta das coisas transbordando: do copo de cerveja a um choro sem explicação, o importante é que transborde. Musicalmente, adora coisas crocantes, como soul, disco, rock e jazz, mas acha que o que vale mesmo é o primeiro take”. ♡

Tem uma entrevista bacana dele na Noize.