Burning Man Tilt Shift-Timelapse Burning Man Tilt Shift-Timelapse

Uma breve contextualização pra quem não conhece este festival: fundado em 1986, Burning Man é um evento anual que acontece durante uma semana, no Deserto de Black Rock, Nevada, Estados Unidos. Mais de 50.000 pessoas, constroem uma cidade temporária neste deserto no meio do nada, sem água, eletricidade, e quase nenhuma forma de vida durante os outros 358 dias do ano, a fim de celebrar liberdade, autoexpressão, arte e resiliência (resistência ao estresse relacionada a processos de recuperação, e superação a essas condições adversas). Leia um pouco mais dos meus comentários aqui.

Vejam, abaixo, um incrível time lapse do Burning Man, criado por James Cole, Byron Mason & Jason Phipps:

Timelapse-icus Maximus 2012 “A Burning Man for Ants” Tilt-Shift Time-lapse by James Cole, Byron Mason & Jason Phipps from Cinematic Digital Media on Vimeo.

Uma das inúmeras formas de significar esta imersão vivencial:

“it alters your mind
it changes your entire perspective
it engages you in community fast
it forges radical self reliance
it requests radical self expression

it changes you

and aside from the showers and baths in default world….
its better out there”

Desfrutem de algumas da palestras que rolaram no TEDx Black Rock City The 2012.

Fonte: UptadeorDie

Burning Man – Overdose de Sentidos Burning Man – Overdose de Sentidos




Fundado em 1986, Burning Man é um evento anual que acontece durante uma semana, no Deserto de Black Rock, Nevada, Estados Unidos. Mais de 50.000 pessoas, constroem uma cidade temporária neste deserto no meio do nada, sem água, eletricidade, e quase nenhuma forma de vida durante os outros 358 dias do ano, a fim de celebrar liberdade, autoexpressão, arte e resiliência (resistência ao estresse relacionada a processos de recuperação, e superação a essas condições adversas).

As últimas edições vem se tornando palco pra invenções tecnológicas verdes, integrando, cada vez, mais aspectos de sustentabilidade ao festival.

O DNA dessa comunidade experimental é a diversidade humana expressa numa overdose de sentidos: instalações artísticas, esculturas, performances, campos temáticos, música e figurino. É difícil definir esta experiência multifacetada, pois mesmo o seu criador Larry Harvey, diz:

Trying to explain what Burning Man is to someone who has never been to the event is a bit like trying to explain what a particular color looks like to someone who is blind.

Veja, abaixo, o trailer do belo documentário de 2009 ” THROUGH SMOKE AND MIRAGES”, dirigido pelo italiano Massimiliano Davoli; Una volta l’anno, nel deserto del Nevada, sorge dal nulla una città immaginaria, “Burning Man”. Tra rave e utopia, una bibbia della moderna cultura alternativa americana.

Pra mim, a associação livre de palavras que fluem no filme abre um acesso ao entendimento desta experiência catártica:

Desert – People- No Money – Something Different for Anyone – Another Planet – Beyond The Imagination – What’s Your Dream? – What Are You Looking For? – What’s Your Perfect World? – BE Who You Wanna BE – This is The Future – A Vision Of A Psychodelic Counter- Culture, With The Imersion Of New Technologies – Back To The Tribelism – Push The Boundaries – Do Whatever You Wanna Do – Profound and Beatiful Inspiration – IT Affects the World In A Positive Way.

O festival vai rolar de 27 de agosto a 3 de setembro. Mais informações no site do Burning Man.

Fotos Reprodução