Não me canso de gostar Não me canso de gostar

No silêncio, eles já me fizeram companhia. É tão bom esperar por eles sem pressa, sabendo que virão em overdoses de insights. Deliciosa síndrome de abstinência de um próximo poema do Apesar do Céu. Fragmento da última dose de sensibilidade: 

Não queria ser vista Pelos tantos olhos Que ele tinha Uns de leveza Outros de ilha…

Adicionar novo comentário